24 setembro 2005

Violência:um grande negócio(parte 2)

A violência não é só resultado da pobreza e da miséria(54 milhões abaixo da linha de dignidade, segundo dados oficiais) , é produto da combinação destes com a ostentação e o consumismo estimulado diariamente pelos meios de comunicação. Eles dizem que o consumo gera empregos,mas também gera o sentimento de que a vida só vale à pena para quem possui, e na correria para acumularmos dinheiro passamos boa parte da vida. A outra parte de tempo que sobra, gastamos consumindo. Um círculo vicioso que nos condena a sermos somente compradores(30milhões somente), não dá tempo para sermos cidadãos. O tema violência já elegeu muitos, e alguns propõem muros e cercas para isolar em guetos as populações humildes transformando a "favela em nova senzala". É necessário tornar os milhões de excluídos em agentes do processo histórico. Umas das pontes para isso é a educação , não esta fajuta, formadora de apertadores de parafuso,educação para satisfazer a sanha de lucro de alguns poucos e a ilusão de que somos alguma coisa importante na sociedade por termos um "bom" emprego burocrático que me rende o dobro de dinheiro do meu vizinho . E por falar em muros, por que a sociedade que é modelo de liberdade para muitos(EUA), possui a maior populaçaõ carcerária do mundo? que polícia é esta(Brasil) que coloca para baixo da terra 3 seres humanos por dia? Muros separam pontes unem. É preciso construir pontes sociais. Ou será que a crescente violência vai continuar a pavimentar de dinheiro novos empresários e os políticos profissionais?

2 comentários:

EQQU disse...

Cool Blog, I blog surf a lot as I like reading people's blogs and also like telling them about mine, please if you are interested in free email that pays you: Email that pays Thanks for looking and keep up the good work with your blog, ill check back later im sure.

Catyta disse...

Grande Wallace...
Não preciso nem dizer de minha admiração pelo mestre e pessoa..
Parabéns por utilizar mais esse grande meio de comunicação que é a Internet com suas letrinhas conscientes...
Beijocas
Catyta