07 novembro 2010

Por uma outra globalização!



Será que os caminhos adotados por parte da elite econômica mundial de humanizar o grande Capital darão respostas às tragédias provocadas por este sistema que possui como garantia do seu desenvolvimento, a fome e a exclusão?

O capitalismo tem em sua raiz a exclusão,a condição de riqueza só existe com a condição de pobreza.Os sustentáculos da festa capitalista está no suor,nas lágrimas e no sangue de bilhões.O cotidiano do mercado financeiro é da circulação de trilhões de dólares todos os dias.O cotidiano de bilhões de pessoas todos os dias é a sua busca para obter mais um dia de vida.

O alerta antes era dado pelas organizações que combatem o grande Capital desde o século XIX.Hoje a tragédia da superconcentração é admitida pelas próprias instituições que comandam as diretrizes da organização econômica capiatlista.

As políticas nacionais de inclusão brasileira na globalização esquecem que a figura de uma nova potência econômica depende de um novo recorte imperialista.Da formação de um novo bloco dirigente do Capital depende da formação de novos blocos de dominados e explorados.Este  seguramente não é o caminho para uma globalização solidária, e sim, o caminho da continuidade da existência deste modelo que (des)graça o mundo desde  à descoberta e dominação das américas.

A luta pelo fim da fome e da miséria em meio a abundância de circulação e produção de riquezas não passa pela humanização do sistema,embora todos os esforços devam ser feitos para salvar ou dar sobrevida aos bilhões de barrados da festa do Capital.

A solidariedade entre os povos,as políticas afirmativas de inclusão e até o assitencialismo emergencial devem estar cobertos pela negação deste sistema que não garante futuro,se não, aos poucos privilegiados.

12 comentários:

Anônimo disse...

Globalizaram a morte e a produção é em larga escala professor.
Abraço fraterno,
Prof.Gilson

Anônimo disse...

Controlam as mentes wallace.É o suficiente para manter o status quo.

Grande beijo da sua eterna aluna Gabriela Nader

Licia Maria disse...

Brasil de Lula quer se transformar em país imperialista.Esta não é a solidariedade que queremos,não é a globalização que desejamos.

Anônimo disse...

É a morte de milhões em viol~encia oculta,dissimulada onde o mundo trata com desatenção este novo modelo capitalista.

Pan Dyler disse...

The impact of measures taken by international usa make the world a place of permanent war will serve big corporations. His blog is worth visiting when.

Anônimo disse...

Show de bola mestre! Guga

Anônimo disse...

Li também os arquivos que voc~e postou no twitter.Gostei,muito bom mesmo.
valeu prof
Gustavo.

Anônimo disse...

Mandô rapá!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Fala wallace! Por que voce não faz um twitter para o OLHAR?
Carlos H. Silva

Hugo Ottati disse...

Fala Wallace! Nem deve lembrar de mim. Hugo Ottati, seu aluno no 1° ano no Bretanha. Tricolor, lembra? ahahaha.

Primeiramente, parabéns pelo blog. Muito bom.

E o nosso Fluzão hein? Seremos Campeões! ahahahaa

Abraços

Anônimo disse...

O melhor professor que já tive tem o melhor blog da web.Saudades de tuas aulas.
Beijo no coração,
Cristina Rebento

Anônimo disse...

Saudades eternas das suas aulas Mestre!
Juliana Silva