20 outubro 2005

A Bancada da bala agradece

Gostaria de entender como pode um partido político como o PSTU que possui um programa socialista e revolucionário fazer a defesa abertamente do voto NÃO no referendo sobre comercialização de armas. Como pode um partido que pretende um dia dirigir a classe trabalhadora ser contra ela? pois os que mais sofrem com a disseminação das armas são certamente os mais humildes. Será que não chegou a hora de sairem do conforto das universidades e irem saber como vive o povo humilde das favelas deste país? A campanha pelo "direito de matar" é patrocinada por uma das indústrias mais poderosas deste país, considerada uma das mais importantes do ramo, patrocinadora da campanha de G. Bush, e tem suas ações batendo recordes históricos na Bovespa,a Taurus do Brasil. O PSTU virou um partido burguês? ou está brincando de revolucionário e vai ganhar algumas arminhas? será que perdeu definitivamente o bonde da História? Devemos então treinar os trabalhadores em cada esquina para matar os algozes? Alguém me diga por favor que classe social este partido defende. A aliança entre burgueses e operários era até então coisa de partido reformista. Como pode a aliança entre revolucionários e Bolsonaros? A bancada da bala agradece a contribuição dos diversos setores da sociedade e anuncia em alto e bom som que os próximos passos serão a aprovação do controle da natalidade, pena de morte, prisão perpétua e diminuição da minoridade penal. Este são pontos que compõem o programa histórico das oligarquias brasileiras em aliança com setores conservadores da classe média .É verdade que este referendo não determina a diminuição da violência, porém determina a quantidade de vítimas fatais em cada ato de violência.Fora que a defesa da arma é a falência do argumento político.Esta campanha(do Não) possui uma representação simbólica da morte da razão e aponta para as novas gerações o caminho a ser trilhado. Como explicar PSTU, aos grupos de defesa da mulher contra a violência doméstica a postura conservadora que pode legitimar os casos de morte de mulheres vítimas de maridos ciumentos, o que pode ser comprovado pelas estatísticas das delegacias de defesa da mulher.Eu que ajudei a construir este partido me envergonho de mais um dos seus erros.Bola fora, a bancada da bala agradece.

2 comentários:

Vinicius Caldeira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vinicius Caldeira disse...

Wallace,

o PSTU é favor do livre direito do povo se armar para lutar contra a classe opressora. Eu particularmente naum ach q eh por ai. Se abre um processo revolucionário naum vai ser pelos meios legais q o povo irá se armar. É equivocada mas legitima a argumentacao do partido.