27 outubro 2006

Nunca foi tão fácil escolher um lado.


A subida de Lula nas pesquisas, e sua provável vitória, é dada pela mudança no tom do discurso de sua campanha. Digo tom, pois o conteúdo do governo não possui ligação com sua campanha.

As acusações contra o PSDB, de terem entregue o patrimônio público ao grande capital, são verdadeiras. As privatizações de empresas - lucrativas ou as sucateadas propositalmente , quando subsidiavam à preço de custo à burguesia - sob o falso argumento de que sobrariam recursos para investimentos sociais - se mostrou ,como revela a realidade social , uma falácia.

Mas não posso deixar de demonstrar algumas contradições no discurso de campanha de Lula. As Parcerias-Público-Privadas (PPPs), entregam serviços públicos para a exploração privada, uma espécie de privatização envergonhada, à “francesa”.
Os dez milhões de empregos prometidos não poderiam ser gerados , na medida que as taxas de juros altas visam beneficiar os lucros de banqueiros, apesar do compromisso do programa com a burguesia brasileira.

O superávit primário, acompanhado da lei de responsabilidade fiscal, impede investimentos sociais, garantindo assim, o cumprimento das diretrizes do FMI.

Por que a campanha de Lula não se pronuncia sobre as reformas trabalhista e previdenciária? chamada de flexibilização de direitos , ou de superação de um falso déficit da previdência, se traduzem em ataques aos trabalhadores, à direitos conquistados pelas lutas contra a exploração , desde a década de dez do século XX.

O novo “queremismo”(campanha democrática de Vargas) soa falso até mesmo aos mais inocentes cidadãos.

Quanto ao próximo governo Lula, pelo desenho das alianças, e peso hegemônico, podemos dizer que será o governo do PMDB. Esta frente partidária que abriga, de representantes da oligarquia à FIESP.

Poderia ficar aqui escrevendo por dias apontando a farsa de Lula e do PT, mas é preciso denunciar que o PT é a direita moderna. Adota os princípios liberais, e ao mesmo tempo, controla e asfixia setores importantes do movimento social, cooptando com cargos ,lideranças destes movimentos e usando a retórica das reformas gradativas(etapismo) para segurar suas antigas bases sociais.

É correto afirmar o quão espúrios são os princípios do PSDB-PFL, que prepararam o Brasil para inserção submissa à globalização econômica. Mas a máscara de esquerda do PT já caiu há pelo menos dez anos. A História do PT, suas bandeiras de luta, não pertence mais ao presente, mas ainda enganam até setores importantes da classe média.
O assistencialismo barato do bolsa família não pode ser, e não é, política social em nenhum governo sério da História da humanidade. É política de contenção da panela de pressão da miséria e pobreza que crescem, principalmente nas metrópoles, como atestam as pesquisas recentes, logicamente não mostradas no Jornal nacional nem em programas eleitorais. O Pt se transformou na maior ferramenta do grande capital , de controle social , administrador dos interesses do mercado financeiro, enquanto mantêm a mão-de-obra mais barata da América Latina, para o prazer das multinacionais.

A Democracia que se apresenta, democrático-burguesa, não merece confiança, pois é um meio eficaz de garantir a legitimidade da maioria à continuidade da dominação de classe. Portanto o voto nulo se torna cada vez mais legitimo, quanto mais se excluem as alternativas ao sistema do capital e/ou se manipulam vontades ,ou criam-se desejos a partir dos meios de comunicação que servem para atender as demandas do liberalismo econômico.A campanha eleitoral é espaço conquistado pela luta dos trabalhadores , que serve para a denúncia deste modelo velho, excludente e expirado sistema capitalista.

Por isso , nunca foi tão fácil como agora escolher um lado , em uma campanha eleitoral cada vez mais parecida com as da ditadura militar(MDB x ARENA) , eu fico ao lado dos interesses legítimos dos trabalhadores , que exigem mais do que migalhas e esmolas, eu fico com o VOTO NULO.
Leia também "Inútil e Subversivo" sobre o PT de 12 anos passados , em http://wallacecamargo.blogspot.com/2005_09_05_archive.html

5 comentários:

Thales Langone Silva disse...

É isso aí wallace, demorou mas veio .Você não decepciona nunca quem te vê como uma referência.

Leticia disse...

Não entendo como pode querer mudanças votando nulo.Vai deixar o PFL no poder de novo?

Pröf@ Catyta disse...

Acabo de me sentir educadora de novo após a leitura de seu texto... não vi nenhum sentido em usar meu direito de voto nessas eleições... um abraço mestre Wallace...

Andre resende disse...

Olá wallace! Suas justificativas contra a democracia dos ricos é correta.Mas será que existe alternativa? Seguimos na luta do dia a dia companheiro, pela igualdade que só o socialismo pode proporcionar.
Abraço.

Xavier disse...

Lula é a reencarnação barbuda de Getúlio Vargas, com retórica de pai dos trabalhadores enquanto dá benefícios para a burguesia. "Graças a Deus papai Lula me deu um aumento no salário mínimo, agora não preciso mais apoiar greves" é a reação que o governo quer dos trabalhadores. Nem Chavéz, com seu populismo barato, chega a tamanha hipocrisia.